ESTRUTURA DE POLÍTICAS PÚBLICAS DE GESTÃO DE RESÍDUOS SÓLIDOS URBANOS (RSU) NA CIDADE DE CURITIBA E A INSERÇÃO DE CATADORES DE MATERIAIS RECICLÁVEIS

Autores

Palavras-chave:

Políticas Públicas Ambientais, Gestão de Resíduos Sólidos Urbanos, Catadores de Materiais Recicláveis

Resumo

As constantes inovações tecnológicas em produtos e serviços aumentam o consumo na sociedade e consequentemente acarreta problemas socioambientais e territoriais nos grandes centros urbanos. O presente artigo tem como objetivo investigar a estrutura de políticas públicas de gestão de resíduos sólidos urbanos (RSU) na cidade de Curitiba, fazendo um recorte no que diz respeito a inserção socioeconômica de catadores de materiais recicláveis. Para compreender as dinâmicas ambientais e os processos da cadeia de reciclagem, a metodologia  adotada  neste  artigo  foi  uma  revisão  bibliográfica  utilizando  fontes  primárias  e secundárias.  Para  tal,  foi  desenvolvido  um  levantamento  bibliográfico,  tendo como base  diferentes  publicações  (teses,  artigos  científicos,  periódicos,  dentre  outros)  para  o levantamento de informações relacionadas ao tema. Os resultados apontam a existência de políticas que desenham possíveis ações voltadas para sustentabilidade regional, identificou-se políticas vigentes no estado sobre logística reversa de resíduos sólidos a partir do incentivo e inclusão de cooperativas no processo de gestão dos RSU, contribuindo para que o desenvolvimento local seja socialmente e economicamente inclusivo.

Biografia do Autor

Jean Sauka, Instituto Federal de Educação do Paraná

Doutor e Mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Tecnologia e Sociedade (PPGTE) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), ambos na linha de pesquisa de Tecnologia e Desenvolvimento. Bacharel em Ciências Econômicas pela Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Especialista em Educação Profissional Técnica de Nível Médio pelo Instituto Federal de Educação do Paraná (IFPR). Licenciado em Formação de Docente para a Educação Básica - Licenciatura em Matemática, pela Faculdade Educacional da Lapa (FAEL). Especialista em Engenharia de Produção pelo Centro Universitário Internacional e Instituto Brasileiro de Pós-Graduação e Extensão (UNINTER/IBPEX). Professor de Educação Profissional da Secretaria de Estado da Educação do Paraná (SEED) e do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC).

Christian Luiz da Silva, UTFPR

Professor Titular da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Economista, mestre e doutor em engenharia de produção pela UFSC e pós-doutor em administração pela USP. Presidente do Observatório da Política Nacional de Resíduos Sólidos (2020-2022). Professor visitante da Universidade Sapienza de Roma (2019). Coordenador da Área de Ciências Sociais Aplicadas da Fundação Araucária (2017-2019), coordenador adjunto dos programas acadêmicos da área de Planejamento Urbano e Regional e Demografia da CAPES (2018-2019) e dos Programas Profissionais da mesma área da CAPES (2013-2018). Presidente do Conselho Regional de Economia - 6a. Região/ Paraná em 2005. Ganhador do Prêmio Paraná de Economia em 1999, 2002, 2005, 2007 e 2009 e 2010. Escolhido pelos economistas como Economista do Ano (2010) na categoria acadêmica, por sua trajetória e atuação na área. Na UTFPR, foi Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Presidente do Conselho de Pesquisa e Pós-Graduação, Membro do Conselho Universitário, Membro do Conselho de Planejamento e Administração, Chefe eleito do Departamento de Gestão e Economia (2017-2019), Coordenador e idealizador do Programa de Educação Tutorial (PET) em Políticas Públicas (2011-2013). Docente permanente nos Programas de Pós-graduação em Planejamento e Governança Pública (PGP) - mestrado e doutorado profissional - e do Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) - mestrado e doutorado acadêmico (área de planejamento urbano e regional e demografia/ CAPES) e Programa de Pós-graduação de Tecnologia e Sociedade (PPGTE) ? mestrado e doutorado acadêmico (área interdisciplinar). É Editor Chefe da Revista Tecnologia e Sociedade (desde 2010) e da Revista de Gestão Social e Ambiental (desde 2022); parecerista em 45 periódicos nacionais e internacionais e membro do comitê editorial de 7 periódicos. Líder do grupo de pesquisa em Políticas Públicas e Dinâmica de Desenvolvimento Territorial (PD2T) com foco nas temáticas: políticas públicas para o desenvolvimento territorial sustentável; gestão de resíduos sólidos e economia circular; cidades inteligentes e sustentáveis. Possui 18 livros publicados sobre o tema e mais de 170 artigos científicos publicados em periódicos nacionais e internacionais.

Publicado

19-12-2023